Skip to main content

Posts

BE, GET AND STAY

One of the most common mistakes native Portuguese speakers make: confusing “be” , “get” and “stay" Um dos erros mais comuns cometido por pessoas que falam português : confundir "be", "get"and "stay" 
by Christa Maas and Simone Zamper

Look at the following examples:
I am late for work. (Eu estou atrasada para o trabalho) It is getting late. (Está ficando tarde) I am staying up late today. (Vou ficar acordado até tarde hoje)
Native Portuguese speaking students have trouble assimilating the difference between these verbs. Estudantes que falam português nativo tem dificuldade em assimilar a diferença entre esses verbos.

When using the Portuguese word “estar” for the verb “stay” in English, we do so to express a sense of permanency, whereas in Portuguese, it can also express a change in state of something. Quando usamos a palavra "estar" para o verbo "stay", nós fazemos isso para expressar um estado de permanência, enquanto que em português, &…
Recent posts

E-mail formal vs informal

by Christa Maas
Na minha viagem recente para Europa me diverti com a maneira de usar a palavra cool. 
“That's cool!”  no português seria algo com “Legal!” “Maneiro” enquanto “Stay cool”  é igual a “Fique Frio.” Cool no uso formal significa fresco ou frio. “The weather has been cool for this time of year.” Agora imagine misturar isto com francês ou alemão: très cool ou sehr cool.  Também ouvi uma variação desta expressão popular como “mega cool” . O que vem depois? Giga cool? :)
Na volta ao Brasil vi um e-mail muito informal numa empresa multinacional que começou assim :
“Hey Fulano. Thanks for your great offer....”
Até que ponto é “cool” escrever um e-mail informal no ambiente corporativo? O e-mail não é um documento da empresa? Não é o seu cartão de visita profissional? O que vocês acham?

A minha versão deste e-mail seria mais formal:
Hello Fulano, Thank you for your great offer….  ou I really appreciate your (tremendous, terrific, wonderful, generous, marvelous) offer…..
 Também não usar…

Use of "TO" and "FOR'

Uso das preposições “to” e “for”
by Christa Maas
Realmente é muito difícil diferenciar entre as preposições “to” e “for” quando o significado em português corresponde à preposição “para” ou às vezes “a”. Existem algumas regras que ajudam, embora a diferença às vezes não seja muito clara.
TO
1) Para expressar direção e movimento: - I am going to the cinema tonight. - The product was applied to the plant. - Please, give it back to me.
2) Usado para expressar o limite ou extremidade de algo: - The prices went up to US$ 200 per hectare. - The child reached up to the top of the cabinet. - Cut the wire up to 15 mm from the junction.
3) Usado para expressar relacionamento: -You are very important to me. -The solution to the problem is obvious. -I report to the general manager every day.
4) Usado para indicar um período de tempo: - I work from eight to six, Monday to Friday. -We have a meeting at ten to eleven (10:50). - I will be on vacation from the first of July to the twentieth.
FOR
1) Para ind…

Modal Verbs

by Christa Maas  Can Habilidade, possibilidade, permissão*  * pedindo formalmente use “may ou might” Could Habilidade, possibilidade, sugestão, oferta May Possibilidade, permissão Might Possibilidade remota Must Obrigação, proibição, inferência, conclusão lógica Will Decisão espontânea, expressar ideia futura Shall Decisão espontânea, sugestão com “we” e “I” Would Pedidos formais, hábitos, ocasião em particular, boa vontade Should Obrigação, recomendação, conselho, probabilidade

1)Can ( pode)é usado para expressar:
a)

Relative pronouns: who,when,where,why...

Relative Pronouns- Pronomes relativos
by Christa Maas
Usamos  Who para pessoas =the woman who lives here (a mulher que mora aqui)
Which ou that para animais/coisas e também em frases completas =the car which I bought (o carro que comprei)
Whose para indicar posse (para pessoas e coisas) =the girl whose sister works here (a menina cuja irmã trabalha aqui)
Whom (formal) = the man to whom I spoke (o homem com quem falei)
When(quando) em vez de in/on which = the day on which I met him= The day when I met him (o dia em que o conheci)
Where (onde) em vez de in/at which = the place at which we met = the place where we met (o lugar onde encontramos)
Why(porque) em vez de for which = the reason for which we met him= the reason why we met him (a razão pela qual nós o conhecemos)


Encurtando cláusulas relativas: 

Podemos substituir o pronome relativo who, which, that (quando é sujeito) por um verbo no particípio (verb + ing) para encurtar a frase e assim ela fica mais fácil de entender:
I told you about the woman w…

Use of "wonder" as a verb

Use of “wonder” as a verb = uso do verbo “wonder”
by Christa Maas

O substantivo “wonder” quer dizer “maravilha”, mas o que significa “wonder” como verbo, e como usamos este verbo?

O dicionário diz o seguinte: 1) a = to be in a state of wonder ( estar num estado de espanto, admiração, pasmo) b = to feel surprise (sentir surpresa)
2) a =to feel curiosity or doubt (sentir curiosidade ou dúvida) Example: I wonder if I should by that dress. Exemplo: Será que eu devo comprar este vestido?
b = to be curious or in doubt about ( estar curioso ou em dúvida sobre algo) Example: I Wonder why I am so tired. Exemplo: Por que será que estou tão cansado?
Examples:
We often use “wonder” in indirect questions to be polite.

Usamos “wonder” em perguntas indiretas para ser educado. Assim, o verbo wonder fica similar ao “será que...” no português :

Direct question/ Pergunta direta: Can I ask you a question? - Posse te fazer uma pergunta?
Indirect question/ Pergunta indireta: I wonder if I could ask you a question. - Será que …