Skip to main content

O Processo de Aprendizagem de Inglês


Como aprendemos Inglês?
Por Christa Maas
Recentemente recebi um e-mail com informações sobre tendências de investimentos nos EUA. O que me chamou a atenção foi que o autor, um executivo de renome do ramo financeiro, deixou instruções: “Imprima este relatório, por que se não, você não vai assimilar as informações.”
Um dos mais conceituados cursos que treina candidatos para concursos públicos no Brasil destaca que “não importa quantas vídeo-aulas você assiste, se você não leu o material, não aprendeu nada.”
É de extrema importância que um profissional na área de educação entenda não somente o processo de ensino, mas também o processo de aprendizagem.
Todos nos já ouvimos falar da curva de aprendizagem. Mas como ela funciona na prática?
1.    O Princípio da Frequência
Quantas palavras você ouve por hora? 500, 1000 ou 2000? Estudos mostram, que isso depende do seu status social e econômico. O aprendizado de uma língua depende da frequência. Por isso é que o professor vai repetir palavras utilizando textos e frases diferentes. Você terá que ouvir uma palavra na média de seis vezes para lembrá-la. O aprendizado melhora muito, se você conseguir estudar e aprofundar (repetir frequentemente) o vocabulário em casa.

2.    O Princípio do Contexto
Visualize a palavra “Windows”.  O que você vê? Uma janela ou o Windows do computador? As palavras que aprendemos em contexto se fixam melhor no nosso cérebro. O nosso cérebro e muito prático. Ele não quer pensar muito, então ele automatiza o processo onde puder.
Precisamos de informações vindo de diferentes contextos para aprender uma língua estrangeira. Precisamos trabalhar com grupos de palavras similares, leitura, gramática, conversão e escrita.
 Para ficar fluente no inglês o aluno precisa de 1100 horas de instrução (CEFR- common European Framework of Languages) e 10.000 horas de prática.) Por isso é equivocado falar em “fluência em 15 meses” ou “Inglês (só) por conversação” A não ser que a sua meta seja viajar, ou somente poder se comunicar de uma maneira muito básica.
3.    O principio da Recência
Aconselhamos os alunos a rever a matéria da aula um dia depois da aula, e mais uma vez uma semana depois. O professor recicla palavras, expõe os alunos à mesma matéria várias vezes e de maneiras diferentes. Repete aquilo que foi aprendido recentemente, até o aluno lembrar.

4.    O princípio da Imersão
O objetivo é se rodear da língua que se quer aprender, treinar resolução de problemas,  pensar mais na língua estrangeira,  escrever, ter uma auto- avaliação sobre seu nível, adquirir mais confiança. Tudo vale: Podcasts, Youtube, Netflix, Aplicativos, Livros, copiar, escrever...  O papel do professor nisso é desafiar o aluno, apontando para material um pouco acima do seu nível atual e ajudá-lo a interagir com a língua.

5.    O cérebro multissensorial
Hoje se fala muito em neuroplasticidade. O nosso cérebro e capaz de fazer novas conexões (aprender, se modificar) o tempo todo. O nosso cérebro acredita o que pensamos “eu sou feliz, eu estou triste, eu detesto ou adoro aprender esta língua, eu sou velho demais para aprender.” Se o aluno decide pensar que não gosta de inglês, o seu aprendizado sofrerá com este pensamento. E se ele se empolgar, aprenderá de maneira muito mais fácil e rápida.  Já existem estudos que mostram que aprender uma nova língua retarda o Mal de Alzheimer e a Demência. Se você criar uma desculpa para si mesmo, não estará deixando seu cérebro fazer aquilo para que é programado: aprender.

Comments

Popular posts from this blog

Relative pronouns: who,when,where,why...(inglês/português)

Relative Pronouns- Pronomes relativos
by Christa Maas
Usamos  Who para pessoas =the woman who lives here (a mulher que mora aqui)
Which ou that para animais/coisas e também em frases completas =the car which I bought (o carro que comprei)
Whose para indicar posse (para pessoas e coisas) =the girl whose sister works here (a menina cuja irmã trabalha aqui)
Whom (formal) = the man to whom I spoke (o homem com quem falei)
When(quando) em vez de in/on which = the day on which I met him= The day when I met him (o dia em que o conheci)
Where (onde) em vez de in/at which = the place at which we met = the place where we met (o lugar onde encontramos)
Why(porque) em vez de for which = the reason for which we met him= the reason why we met him (a razão pela qual nós o conhecemos)


Encurtando cláusulas relativas: 

Podemos substituir o pronome relativo who, which, that (quando é sujeito) por um verbo no particípio (verb + ing) para encurtar a frase e assim ela fica mais fácil de entender:
I told you about the woman w…

E-mail writing and making appointments (inglês/português)

Practical tips for e-mail writing
by Christa Maas




Addressing a client
Always check if it is alright to call a client by his or her first name. In European countries the more formal Mr. Green or Ms. Green is applied. Use Mrs. only if you are sure that a woman is married, otherwise use the non-committal Ms. XYZ Co (address) Attn: Ms Marcela
Dear Ms Marcela |Mr.|Mrs.

      Previous meeting

It was a great pleasure meeting you on (date) and I would like to follow up with our proposal for legal services…

Previous e-mail contact Thank you for your e-mail dated … Thank you for your interest in our law firm In reply to your enquiry I would like to give you some background on our law firm and its services I am writing in reference to…


Offering Help Would you like me to … Please, let me know how I can be of help… I am at your complete disposal for anything you might need. Please, don´t hesitate to ask if you need anything.

Superlatives and Comparatives- Exercises

Superlatives and Comparatives- Exercises

by Christa Maas 1: Give the comparative form for each of the adjectives listed. Russian is a more difficult language than English. I think Maria is happier now than three months ago. Could you open the door, please? It's getting much hotter in this room than I like. interesting ___________ strong ___________ funny ___________ important ___________ beautiful ___________ big ___________ small ___________ polluted ___________ boring ___________ angry ___________ good _____________ bad ______________
2: Give the superlative form for each of the adjectives listed. Brazil is the most beautiful country in South America. His biggest dream is to buy a yacht. He is the happiest person in our office. interesting ___________ strong ___________ funny ___________ important ___________ beautiful ___________ big ___________ small ___________ polluted ___________ boring ___________ angry ___________